Sexta-feira, 24 de Setembro de 2004

NILO E SINAI (22)

Egipto 796.JPG

De Luxor até ao Cairo, abandonou-se o cruzeiro e seguiram-se doze horas de vagão-cama para perfazer os quinhentos quilómetros de distância (onde se serviu o jantar e o pequeno-almoço). A animação subitamente disparou e o grupo transformou-se, por artes mágicas, numa excursão de finalistas de liceu. Julgo que pelo movimento e pelo alívio da carga cultural. Também, talvez sobretudo, pelas almas loucas que por ali andavam contidas e espreitando a oportunidade para se soltarem. Mas, para mim e seguindo crença velha, a causa é que qualquer estação de caminho ferro tem um poder mágico não decifrável.

O velho (mas aceitável) comboio que segue pela margem oriental do Nilo, acolheu aquele grupo a querer desopilo e resistente em se acolher ao leito. Invadido o bar, o egípcio de serviço largou copos, bebidas e provimentos, e tudo para a dança maluca. Sobretudo, a partir daqui, os vernizes estalaram e quem tinha cerimónias passou à qualidade de compicha. Resumindo, uma viagem e peras.
publicado por João Tunes às 19:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds