Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2004

HAVANA

Habana.JPG

Resolvido o problema da Habitação.
publicado por João Tunes às 22:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

AVANÇO TECNOLÓGICO

joda_link3_01[1].jpg

Comemoremos!

Mesmo? Ou mais techno e mais sós?
publicado por João Tunes às 21:55
link do post | comentar | favorito
|

CAVACO DE VOLTA?

psicotronias003b[1].jpg

Só faltava essa para fim de sessão. Ou como eu percebi bem o José Pacheco Pereira e onde ele queria chegar com a oposição a Santana.
publicado por João Tunes às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

NUVENS DE DEZEMBRO

inverno.JPG

Ele está aí. Sim, falo do Senhor Inverno. As nuvens de chumbo, o vento que corta, a chuva que desce até ao osso. A roupa vai remediando mas não apresenta solução. Os artefactos pesam, chateiam e … perdem-se.

Não é cedo, isso não. Dezembro é chegado. Natal sem Inverno, não é Natal, diz-se.

A solução está em nos aquecermos por dentro. Um bom tinto sabe melhor, um bom livro dá-nos o calor da partilha. Sobretudo se as mãos, mesmo frias, conseguirem fazer passar algum calor. À namorada ou ao amigo.

Bom Inverno para todos.
publicado por João Tunes às 21:28
link do post | comentar | favorito
|

SER CASTO – ETERNA SOLUÇÃO PAPAL

charisse-small[1].gif

Segundo João Paulo II, a SIDA é uma patologia do espírito. Que remédio para tal mal? O Vaticano responde: ”o respeito pela virtude da castidade”. Fácil e económico, em termos de pontes com a realidade.

Assim vai o mundo visto de dentro das capelas - a generalização de votos, tantas vezes mal cumpridos, com que sacerdotes e sacerdotizas se resolveram auto-flagelar. O problema está em que os clérigos não quiseram ficar com o exclusivo de tanta virtude. Vai daí, querem enfiar-nos uma sotaina no prazer.

Este Papa, méritos leva em muitos e variados aspectos, mas arrastará consigo, para o purgatório, uma quantidade enorme de esqueletos às costas pelo seu preconceito dogmático relativamente ao preservativo.
publicado por João Tunes às 21:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

GLOBALIZAÇÃO DAS PESSOAS

imig.JPG

Um estudo das Nações Unidas (do seu Departamento de Assuntos Económicos e Sociais) deste ano, apresenta dados reveladores do intenso tráfego com que as populações se estão a deslocalizar, tentando ultrapassar os fossos da desigualdade de desenvolvimento e de qualidade de vida. Sublinho alguns dados, que ajudam a reflectir sobre este fenómeno e as frases feitas que circulam a propósito:

- Em 2000, 175 milhões de pessoas viviam fora dos seus países de nascimento.

- O imigrante médio vindo da Ásia ou da América Latina tem mais do dobro da escolaridade média dos que ficam; no caso de África, atinge o triplo. Como conclusão, temos que a emigração desqualifica em “massa cinzenta” os países de proveniência.

- Os emigrantes contribuem com 60 mil milhões de euros em remessas enviadas para os seus países de origem.

- Nos países onde há forte afluxo migratório, não se verificam descidas significativas de ordenado nem aumento de taxa de desemprego (desmentindo os argumentos xenófobos de que “os emigrantes vêm roubar postos de trabalho ou degradar os salários”).

- Na década de noventa do século passado, duplicou o número de estrangeiros residentes na Finlândia, Irlanda, Itália, Portugal e Espanha.

- Na Europa, a população teria descido, entre 1995 e 2000, em 4,4 milhões de habitantes não fosse a chegada de 5 milhões de imigrantes. No caso da Áustria, Dinamarca, Grécia, Itália, Luxemburgo, Espanha e Suiça, os imigrantes contribuem com três quartos do crescimento demográfico. Mesmo assim, segundo a tendência actual, a Europa poderá perder 96 milhões de habitantes. até 2050.
publicado por João Tunes às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

DE BOLEIA ATÉ À BAIRRADA?

bairrada.JPG
publicado por João Tunes às 15:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

AS SAUDADES DO FUMAÇAS

fumacas.JPG

Como não registar a efeméride do Fumaças?

“Neste dia 1º de Dezembro em que todos os anos recordo com saudade a falecida Vera Lagoa (a falta que ela faz ao jornalismo e à Democracia portuguesa...)”

E aqui fica, em jeito de compreensão cúmplice, uma imagem que julgo condizente com a empatia celebrada.
publicado por João Tunes às 15:11
link do post | comentar | favorito
|

QUEM FALA ASSIM NÃO ALDRABA

Forte.1[1].jpg

Tem a Guida toda a razão em clamar contra o estado de degradação em que continua o Forte de Peniche, a prisão mais emblemática do fascismo português em terra europeia. Aquilo devia ser um símbolo de memória colectiva para as gerações que felizmente nasceram em democracia. Para terem uma pequena ideia de que a democracia no nosso País teve um preço. E alguns pagaram a parte mais dura da factura.

Tive a mesma sensação de desconforto, e de agressão, quando, uns anos atrás, por lá andei, em Peniche, a conhecer o miolo corroído daquilo que devia ser um lembrete pedagógico.

Igual sensação tive, ou pior porque maior era a degradação, quando visitei o que resta do Campo de Concentração do Tarrafal em Chão Bom na ilha de Santiago em Cabo Verde. Apesar de promessas várias das autoridades portuguesas, continuam a faltar os apoios necessários para que o Campo do Tarrafal seja o que devia ser – a lembrança mais terrível da marca sádica do fascismo e do colonialismo – as marcas dos safanões dados por Salazar a quem lhe opunha o combate da resistência.
publicado por João Tunes às 01:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

A HORA DE JERÓNIMO?

thumb.sge.kfg79.291104164951.photo00.photo.default-270x395[1].jpg

Como disse um visitante comentador, hoje foi dia em cheio. A opressão teve um recuo em Cuba e, cá no burgo, Santana – o incompetente Santana mais a cambada de seus amigos de incompetência e de interesses -, vai à vida. Ambas as coisas tardaram mais do que deviam, mas antes assim. As horas chegam.

É tempo de o PS dar corda ao relógio do tempo político, acertar o passo e demonstrar que merece governar. Por mérito próprio, em projectos que nos tragam futuro, não apenas por demérito de um moço metido em cavalarias altas.

Veremos até onde vai a capacidade de sonhar dos portugueses, antecipando os amanhãs que tardavam a cantar. E na hora de cantar, é que se vêm os fadistas. Limpo de críticos, agora vai ser sempre a abrir… Sócrates que se cuide. À esquerda tem, à perna, um Grande Líder.
publicado por João Tunes às 00:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds