Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2005

CANTO E CASTRO

Canto e Castro.jpg

Muitas vezes acontece que a modéstia como forma de viver, diminui perante a fama e o proveito. Até pelo reconhecimento do real valor. Depende das actividades. Se se for um santo ou um escuteiro, claro que a modéstia faz parte do ofício. Quanto mais modesto, melhor. Mais notável será o santo, mais santo será o escuteiro. No meio das actividades artísticas, nomeadamente no teatro, ser-se modesto é um tremendo risco.

Canto e Castro foi um grande actor com uma desmesurada modéstia. Talvez por essa qualidade, ruim qualidade num actor, passe sem o devido sentimento de perda para o teatro português o desaparecimento deste grande artista.

Fica aqui a nota da minha profunda mágoa de saber que Canto e Castro partiu.
publicado por João Tunes às 00:16
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Joo a 5 de Fevereiro de 2005 às 20:37
Completamente de acordo.


De Nuno Ferreira a 3 de Fevereiro de 2005 às 00:27
Lamentável a forma como a morte do Canto e Castro foi tratada nas primeiras páginas dos jornais de referência. As fotos, essas, eram uns selos...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds