Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

PENSAR FALAR

harry[1].jpg

Eu acho que nós, os portugueses, pensamos de menos. Talvez pelo receio de que, se pensarmos, tudo será ainda pior.

Preferimos falar. Mesmo quando não falamos. Falando onde não nos comprometa. Engolindo o falar onde se corra riscos pelo que se diga. De qualquer maneira, vivemos, do acordar ao deitar, com palavras na boca, prontas a sair ou a mastigar. E ainda guardamos umas tantas para enfeitar os sonhos e outras muitas mais para a velhice, em que corremos o risco de não falarmos por não termos com quem falar.

Quem não fala como fala a média, é olhado com desconforto. Se, num grupo, há um mais calado, logo se gera a incomodidade. Estará doente? Não gosta de nós? Ou: este tem a mania que é filósofo. Quem não fala ou fala pouco, é dissonante, não pode estar bem. E, pior, seguindo a inversão do aforismo: cão que não ladra, morde.

Eis senão quando uma revista francesa, incluiu um português (José Gil) entre os maiores 25 pensadores. E eu, primeiro, não entendo. Para depois entender muito bem. Um português que pense só pode pensar muito bem. O que confirmei com a excelente entrevista que ele deu à última revista Pública da edição dominical do Público. Um maná de sabedoria no nosso entendimento como povo. E que nos ajuda a pensarmos, nós também. A quem consiga parar um bocadinho de falar, pensando, aconselho vivamente. Não para nos calarmos. Isso não, que seria a mesma coisa que estrangularmos o nosso estar. Apenas, para depois, falarmos melhor.
publicado por João Tunes às 12:27
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Joo a 17 de Janeiro de 2005 às 22:51
Verdade, o Chuinga também referiu a entrevista. Adenda justa que foi cumprida.


De Joo a 17 de Janeiro de 2005 às 22:49
Mas, Ana, não devemos ficar pela contemplação da doença, há que criar anticorpos. A propósito, como vai essa broncocomplicação?


De Ana a 17 de Janeiro de 2005 às 13:19
É isso, amigo joão Tunes, também adorei a entrevista. Diz muito daquilo que os portugas são. um retrato demolidor mas verdadeiro.
"Quem não fala como fala a média, é olhado com desconforto". Pois é, com uma agravante: é típico cá do pessoal tudo nivelar por baixo, fala-se mal do casaco novo do vizinho que é para ninguém reparar no nosso velho e bolorento casaco...


De IO a 17 de Janeiro de 2005 às 12:49
"Às 'boas' pessoas incomoda o silêncio", não te esqueças... _ do 'chuinga', em 24.11.04.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds