Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2005

A HORA DO CERNE?

Imagens antigas 027.jpg

No meio de tantas análises, umas mais sofisticadas que outras, mais o escudo das sondagens, marotas e enganadoras, se calhar está a escapar o Cerne.

E, no caso, como em todos os casos, no Cerne pode estar a chave. E reparem que escrevi chave, não virtude. Porque essa, como se sabe, está sempre no meio (vá-se lá saber do quê). E meio, cruzes canhoto, sugere centro feito bloco.

E o Cerne nas próximas eleições, mais as subsequentes arrumações, pode estar no imprevisto, na surpresa, no nunca antes imaginado e, por isso, não contabilizado.

É que fala-se de direita e de esquerda, da absoluta e da relativa, das alianças por natura ou contra a natura, por isto e mais aquilo, mais não sei que mais, mas tudo a partir de um quadro estático e reprodutivo, como se o mundo partidário estivesse definitivamente arrumado para todo o sempre. E, disse quem muito sabe, o mundo é composto de mudança porque pula e avança.

Ousemos atender a uma hipótese para o Cerne. Por exemplo, que o Cerne sai de um partido esquecido, quantas vezes menosprezado, não mediatizado, mas, no entanto, vivo e pujante, tanto que resolve explodir no relvado eleitoral, abrindo bocas de espanto aos viciados na contabilidade só feita para os grandes. Porque se os partidos grandes podem encolher (e alguns encolherão, diz-me um dedo cusca), também os pequenos podem crescer. Esta é mesmo uma das essências da democracia.

Consideremos, por exemplo, a hipótese Cerne para o PEV (Os Verdes, para abreviar). Esse bom exemplo de partido esquecido (ou ostracizado). Quem fala nele nos arranjos da esquerda maioritária? Ninguém (nem o PCP!). No entanto, a presença green, discreta mais eficaz, do PEV anda por tudo quanto é ambiente. Não há questão de esgoto, bandeira azul, praga de gafanhoto, manchas no mar, descida de rios, níveis das albufeiras, lixeira a céu aberto, resíduo ao deus dará, cimento em cima de falésia, dieta nos colégios internos, prédios com tijolos gastos, girassóis nos verdes prados, crianças obesas, fumo nos bares, casais desavindos, filoxera que ameace o tinto alentejano, toucinho que ofenda Maomé, castração química dos pedófilos, e tantas mais, que Os Verdes não atendam e nele não combatam.

Falta reconhecimento ao Cerne? Pois falta. E talvez daí, exactamente do efeito surpresa, é que o Cerne pode tirar forças para se revelar, afirmar-se e baralhar tudo, para resolver, nas contabilidades parlamentares, as hesitações, as traições, os adiamentos e as cobardias. E a Maioria de Esquerda, a almejada, afinal surgir como o ovo de Colombo através da imponente arbitragem unificadora dos Verdes. Que mais não seja, como reconhecimento do principal feito (talvez o único ecológico) do PEV (Os Verdes) – votar-se PCP disfarçado de CDU.

Atenção aos resultados. Sobretudo aos do Cerne. Do PEV, melhor dizendo.
publicado por João Tunes às 00:25
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Joo a 13 de Janeiro de 2005 às 21:55
Excesso de vinagre, admito. Porque não gosto de tangas. Irritam-me. E o PEV é uma das grandes tangas que conspurcam a verdade partidária. Mas INJUSTIÇA, onde está ela, companheiro Altino? Se não concretizares, estás no teu direito, mas aceita que diga que TU estás a ser injusto.


De altino a 12 de Janeiro de 2005 às 09:01
este post encerra alguma injustiça. mas compreendo a intenção.


De RN a 12 de Janeiro de 2005 às 01:35
Os Pevs. Conhecia-os lá do convento. Desde nascença. A bem dizer antes ainda do acto de amor. Tinham de ser comunistas firmes e tanto quanto possível pouco conhecidos como tal. Depois voltei a conhecê-los (no caso conhecê-las)as deputadas verdes agora na condição de deputado independente da Plataforma de Esquerda no GP do PS(lembras-te?) Claro que não me falavam. Também não lhes dava grande oportunidade. Mas coitadas, terem de aguentar dia a dia, hora a hora, a humilhação de protagonistas de um embuste que não chega a ser por exposto à execração pública!
Enfim vidas.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds