Domingo, 2 de Janeiro de 2005

E O RELÓGIO ENCOSTOU OS PONTEIROS

Natal_Londres 318.jpg

O frio abranda. A chuva, simpática como não é costume, ficou-se pelas nuvens. Bandos de adolescentes cambaleiam e gritam em cachos, tentando correrias que resultam trôpegas, agarrados a garrafas, sabendo, e querendo-o, que daqui a nada vão cair num banho de vómito e uma ambulância diligente os irá levar a uma urgência sempre a postos. Os olhos estão fixados, por cima dos narizes espetados para o céu cor de chumbo, no ponteiro de um relógio que tem a mania de vaidade de que ainda dá horas ao mundo. Os polícias mostram as fardas e os sorrisos de severidade indulgente. Os semáforos, na zelosa inutilidade burocrática de todos os serventuários mecanizados, continuam as mudanças das cores. Beneméritos sorridentes recolhem donativos para as vítimas de um maremoto que teve epicentro muito longe, chocalhando baldes para fazer tilintar moedas a pedir companhia. O relógio junta os ponteiros. Já está. Grita-se, abraça-se, beija-se. Bebe-se mais. O fogo de artifício pinta a céu do Tamisa de todas as cores que brilham. A multidão, burocraticamente, cumpre o ritual da deambulação, em rebanho, até Trafalgar Square e Picadilly Circus. As ambulâncias não param, tantos são os corpos caídos a precisar de recolha. Mas ainda vão sobrar uns tantos para gozo do frio da noite. Só os bêbados, os muitos bêbados, profundamente bêbados, não sabem que já estão em 2005. Mas estão. Estamos todos.
publicado por João Tunes às 17:34
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Dominatrix a 11 de Janeiro de 2007 às 10:09
Estive lá e adorei, mas, verdade se diga, que o fogo de artifício do S. João, no Porto, foi bem mais bonito do que este da passagem de ano em Londres.
Foram também horas de seca, de imagens repetidissímas, projectadas no edifício onde viria também a ser projectada a contagem decrescente para o novo ano.
O frio era cortante, o tempo de espera desesperante, as filas para os wc´s enormes.
Celebrei a viragem do ano em cima de uma tampa de esgoto fedorenta com a maravilhosa vista sobre o Tamisa.


De Marco a 2 de Janeiro de 2005 às 23:40
Não, João, não estamos todos. Falta muita gente. Faltam, pelo menos, 150.000 pessoas.
:-(


De mfc a 2 de Janeiro de 2005 às 23:36
Ora, bem regressado.
Tenho-me equipado todas as noites para aquela partida de matraquilhos... já me sinto à vontade com as sapatilhas!
Até breve.


De Guida Alves a 2 de Janeiro de 2005 às 21:28
Ora bem vindo cá ao burgo, a 2005 e à blogosfera!
Tens feito falta por aqui. Um muito feliz ano para ti e todos. Beijão.


De th a 2 de Janeiro de 2005 às 21:20
Entrados no 2005, desejos de uma certa normalidade, calma e descernimento para fazer o acertado! th


De IO a 2 de Janeiro de 2005 às 19:39
Olááá, João!!! _ fazias falta ao (meu) 2005.


De Pedro a 2 de Janeiro de 2005 às 19:22
Bem vindo, compañero.
Como diria Fócrates, este País continua a mesma soda de sempre.
Um grande 2005 para ti e para os teus.


De Carlos a 2 de Janeiro de 2005 às 18:22
Bem vindo ao nosso Timex, João. Por cá e da minha janela, o foguetório habitual e as insonsas passas do nosso contentamento. Bom ano novo.


De tcr a 2 de Janeiro de 2005 às 17:50
mt bom blog...vai ao meu

http://jovemintrometido.blogs.sapo.pt


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds