Sábado, 11 de Dezembro de 2004

DA BOCA PARA FORA

berl3[1].jpg

Nada do que Edgar Correia ou qualquer renovador assanhado possa escrever sobre o estado da actual direcção do PCP, revelará tanto do imobilismo saudosista a que aquilo chegou, ou seja à indigência sectária do estalinismo serôdio, como a entrevista que Domingos Abrantes deu ao Expresso e hoje publicada.

Da entrevista, retemos esta imagem petrificada e que é o espelho da fracção que se apoderou da direcção do PCP:

“Desabou sobre o mundo uma enorme tragédia que foi o desaparecimento da União Soviética.”, diz o homem que tem a chave da porta de acesso à linha justa.

Aprende-se que os males daquelas bandas, afinal, não foram os erros e desvios, como consta dos documentos oficiais do PCP. Foi a tragédia do seu desaparecimento.

Ao lado desta entrevista, aparece um artigo de Carlos Brito. Lúcido, bem construído e fundamentado. Mas não brilha, fazendo figura de parente pobre ao lado da esclarecedora entrevista com o mais ortodoxo dos ortodoxos. Um autêntico show ao vivo.
publicado por João Tunes às 16:51
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De IO a 12 de Dezembro de 2004 às 17:52
O pior é que ainda não acabou, mesmo: restam os métodos, bem visíveis no rosto do líder da oposição ucraniana _ filhos da p...!!!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds