Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2004

Deslocalização, Produtividade e Emprego

ra2688506247[2].jpg

Muitas vezes, a persistência dos bloqueios ideológicos e os becos-sem-saída na política, fazem-se de ideias feitas que, de tão repetidas, não são repensadas nem a isso convidam. São os chavões que alimentam o marcar-passo e que só são úteis aos que vivem precisamente dos juros rendidos pelo ressentimento da lamúria transformado em razão de ser e de lutar.

Ontem a ouvir a entrevista do novo Secretário-Geral do PCP na RTP 1, tive a sensação insólita de que, para aquela esquerda, todo o futuro está nos velhos tempos das velhas fábricas, da velha exploração, da velha luta contra ela, nas velhas colectividades de recreio, nos velhos bailes de bombeiros, nos velhos fados castiços com letras de poetas analfabetos, nas velhas verdades simples depois de simplificadas, na releitura da obra curta de Soeiro Pereira Gomes, dos “Dez Dias que abalaram o Mundo” e da “Mãe” de Gorki, nos panfletos clandestinos metidos no bolso, na glória do primeiro Primeiro de Maio, nos doutores a ensinarem matemática a operários, nos engenheiros a aprenderem com os operários, nos juristas a retocarem a oratória nas negociações do contracto de trabalho, nos economistas a decifrarem relatórios e contas a delegados sindicais, na pintura do pano para a próxima manifestação, na organização da escala para o restaurante da concelhia na próxima Festa do Avante. Enquanto o mundo não para, mas avança.

E pensei nas camadas sociais que aquele Secretário Geral quer dirigir, empurrando-as para a fixação numa realidade desaparecida, congelando-as no frigorífico da saudade. Assim, entregues a si próprias pela voragem de enormes transformações sem lei nem piedade, vítimas cada vez mais da promiscuidade entre interesses e governação, e da vaga neo-liberal liberta de constrangimentos de alternativa política de esquerda que ataque os problemas, construindo futuro com as pessoas lá dentro.

Serviu-me de algum consolo constatar que há quem pense e repense, pondo os dedos nas feridas, ou apelando a isso. Obrigado João Abel Freitas, por isto, mais isto.
publicado por João Tunes às 13:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds