Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2005

OS ASSASSINOS NÃO PARAM

capt.xba11502091552.spain_explosion_xba115[1].jpg

Mais uma bomba da ETA em Madrid. O objectivo era uma Exposição dedicada à Cultura. Os assassinos quando ouvem falar de cultura, puxam pela bomba. Aprenderam com quem tinham que aprender.
publicado por João Tunes às 17:27
link | favorito
De Joo a 9 de Fevereiro de 2005 às 23:08
Goebbels dizia: "quando oiço falar de cultura, puxo da pistola". Millan Astray (general legionário ao serviço de Franco) na Universidade de Salamanca e contra Miguel Unamuno: "Abaixo a Cultura, Viva a Morte". Chega? Respeito as tuas preferência, estimada IO, mas a patologia de um pistoleiro é, opinião minha, sempre fascista, seja aplicada a um general ou a um sindicalista. Um assassino, como os da ETA ou outros, podem começar por matar "bem" (ou seja: matar quem mereça morrer) mas acabam sempre a dar tiros na civilização. Caso não concordes, aqui está um bom tema para papo. Abraço.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. COMPLEXOS DE ESQUERDA

. ONDE MEXE MEXIA?

. AGORA

. ...

. SIM, ZAPATERO

. AO MANEL

. DESGOSTO ANTECIPADO

. CHISSANO ARMADO EM SPARTA...

. DOMINGO ANTECIPADO

.arquivos

. Setembro 2007

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds